• 1

  • 2

  • 3

  • 4

 

Psicológico e Psicoterapia com Adultos

 
Os vários papéis exigidos ao adulto no seu quotidiano (tais como papel de pais, cônjuge, profissional, etc), podem gerar dificuldades às quais se tornam complexas de lidar, tolerar e superar. Estas dificuldades podem ser externalizadas pelo adulto através de sintomas que causam sofrimento psíquico e prejuízos à vida ativa.

O acompanhamento psicológico/psicoterapia individual com o adulto, visa o apoio psicoemocional e a promoção do bem-estar da pessoa, seja a partir de uma situação de crise, seja para o desenvolvimento pessoal ou o coaching profissional.
 

Nosso trabalho centra-se em algumas abordagens de orientação cognitiva-comportamental, construtivista e sistémica, voltadas para o desenvolvimentos de recursos individuais.

Principais áreas de intervenção:
  • Perturbação de Ansiedade (ansiedade generalizada, obsessivo-compulsivo, fobia social, fobia específica, etc);
  • Problemas de relacionamento social, amoroso e/ou emocionais;
  • Problemas com estados depressivos;
  • Problemas familiares/conjugais;
  • Dificuldades com alimentação (bulimia/anorexia);
  • Problemas com a sexualidade;
  • Problemas com a infertilidade;
  • Problemas com a identidade sexual e de género;
  • Perturbações do sono;
  • Problemas com o luto (luto patológico);
  • Problemas de adaptação às fases de vida (casamento, divórcio, emigração, desemprego, etc.);
  • Problemas profissionais;
  • Problemas com o comportamentos aditivos (álcool, drogas, jogos, compras compulsivas, etc);
  • Desenvolvimento Pessoal, Autoconhecimento e Coaching Profissional;
  • Burnout e stress;
  • Perturbações de Personalidade; Etc.

Quanto aos idosos os diversos problemas que afligem esta etapa da vida podem ser mais intensos e dolorosos para uns do que para outros. Neste período ocorre uma tendência para que os idosos realizem um balanço da sua vida e das suas experiências ao longo desta. Neste confronto interior, é possível reemergir memórias e fragilidades que causam saudades e tristezas. Ao mesmo tempo estes podem não beneficiar de suporte social, uma vez que é comum a ocorrência do afastamento/ausência de relações sociais, familiares e amigos nesta etapa de vida.

Os problemas mais frequentes no idoso são:

  • Problemas com os estados depressivos;
  • Alterações de memória;
  • Problemas com estados ansiosos;
  • Queixas físicas sem causa aparente;
  • Problemas com alteração de sono;
  • Problemas com perda de capacidades cognitivas e físicas;
  • Problemas de solidão/ isolamento social;
  • Adaptação a doenças cónicas;
  • Dificuldades com o luto.

Disponibilizamos aqui artigos e dicas que poderão auxiliar melhor na compreensão destes diversos problemas.